Segunda-feira, 24 de Abril de 2006

Dan Brown - Fortaleza Digital

E eis que chega aos escaparates das livrarias portuguesas o primeiro livro que Dan Brown escreveu, no já longínquo ano de 1998…
 
E qual é a minha acutilante crítica deste livro?
 
Bem, sejamos honestos: o Código Da Vinci surpreendeu, o Anjos e Demónios veio do mesmo molde, e a Conspiração idem idem aspas aspas. Já todos sabemos que as personagens praticamente passam de uns livros para os outros, só mudando o nome, a ocupação, os hobbies, et cetera… Mas a verdade é que, apesar de lendo um os restantes se tornarem bastante previsíveis, os livros são deixam de ser uma óptima peça de entretenimento e uma forma de cultivar a cultura geral (que bela construção frásica… cultivar a cultura); capítulos curtos, acção e suspense non stop, informação interessante apresentada de uma forma cativante, pequenos pormenores do mundo que nos rodeia que parece sempre bem conhecer para impressionar o próximo.
 
Posto esta brevíssima introdução, passemos inestimável leitor à crítica do livro propriamente dito…
 
Na mesma linha da Conspiração, este Fortaleza Digital leva-nos numa aventura tecnológica, num passeio pelos recantos mais íntimos da NSA. Para começar, não tem a nota inicial que diz que todos os dados apresentados no livro são verdadeiros…
 
Depois, bem, a informação, a cultura, os conhecimentos que o livro transmite são sem dúvida interessantes, mas são num flagrante menor número que nos outros três livros previamente publicados… alguns dados sobre a NSA, algumas dicas sobre criptografia e Sevilha, e zás, acabou-se…
 
Por outro lado, também ao contrário dos livros restantes (que possuíam uma personagem principal auxiliado por outra personagem) este desenvolve em paralelo a história simultânea de duas personagens (namorados, por sinal), o que se traduz como uma mais-valia.
 
E, falando em mais-valias, a melhor de todas é que este livro não se encaixa de todo no molde dos outros três… No Código Da Vinci o twist apanhou-me um pouco desprevenido, no Anjos e Demónios já estava completamente à espera, e na Conspiração nem se fala… Mas neste, embora seja parecido, o lugar das personagens já não está tão bem definido… confesso que ainda andei um bocado à nora, mas enfim, no fim tudo acabou por se encaixar.
 
Falando em fim, claro que este apresenta algumas peculiaridades, mas nada de marcante. Aliás, a dada altura chega a ser exasperante, apetece mesmo dizer aqueles idiotas o que têm que fazer, de tão óbvio que é… o Dan Brown falhou um bocado aqui, esticou demasiado o tempo que demoraram a lidar com aquele enigma em particular.
 
Continuando, foi engraçado encontrar uma personagem portuguesa. Mas, e a forma como Espanha é retratada? Como, por exemplo, os seus serviços de saúde são retratados? Que diabo, e eu que considerava uma pessoa culta, e viajada, que conhece o mundo à volta, e não fazia ideia que Espanha era assim tão atrasada… Creio que o Dan Brown abusou aqui um bocado na descrição de nuestros hermanos
 
Conclusão? O livro apresenta uma história diferente dos anteriores, que acaba por ser uma mais valia para o insaciável leitor, já que poderá ser ligeiramente surpreendido em algumas reviravoltas. Porém, por outro lado, a temática sobre a qual assenta não é (pelo menos na minha opinião) tão interessante como as dos livros anteriores.
 
Uma nota final: a citação que o livro ostenta na capa: “Quem guardará os guardas”, das Sátiras de Juvenal. Em latim, Quis custodiet ipsos custodes (sim, traduzi a frase para latim assim que a li na capa do livro… é um velho hábito meu, ler as frases das capas dos livros e traduzi-las para latim… acho que lhes confere um certo encanto). Ou, no bom velho inglês, Who will watch the watchmen, que acho que confere um sentido mais correcto à frase. Foi o mote de Alan Moore (o prolíficoautor da BD do V for Vendetta e da Liga dos Cavalheiros Extraordinários) para a obra de BD Watchmen, BD essa que reabilitou o mercado de BDs de superheróis para adultos.
 
Mas, não nos dispersemos, perdido leitor. Onde queria chegar é que penso que a forma como a frase está escrita atribui-lhe outro sentido, nomeadamente no sentido de proteger fisicamente os guardas, e não no sentido de controlar, ter debaixo de olho, de vigiar a ética e a moral dos guardas que tomam conta de nós…
Elegantemente garatujado por One às 10:16
link do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De lmarchao a 25 de Abril de 2006 às 12:44
Convido o autor deste blogue a visitar:
http://blogblogblogcinema.blogspot.com/
Participe.

lmarchao
De Caminho a 21 de Abril de 2008 às 14:32
Estou contigo. Apesar de ser uma escrita que me atrai por ser empolgante nada maçuda fiquei desiludida pelo retrato terceiro-mundista (no mínimo) de Espanha, em que só há beatas, gente parva e ignorante, não esquecendo o mercenário português Hulohot, que esperei até ás últimas páginas para perceber de onde vinha o nome... enfim, o que vale é que foi o último dos livros dele que li.
De Anónimo a 17 de Novembro de 2008 às 16:45
e ter em conta que foi o 1º livro...não?
lá porque não foi o 1º que leste, foi o primeiro que ele escreveu por isso não podes falar dos outros como anteriores!

Comentar post

.mais sobre mim

.tags

. todas as tags

.Julho 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Reflexões recentes

. Aliens: Book One

. A-Team - A capa do primei...

. Star Wars - o fragmento d...

. Transformers - a idosa sé...

. Transformers 2007

. O regresso!

. Um confronto que...

. Será que...

. Pepsi e Pipocas! foi o bl...

. Nota sobre "Uma Verdade I...

. Breve comentário sobre "B...

. Criminal Minds de volta a...

. Bach na televisão portugu...

. Timeline - Resgato no Tem...

. E ao mesmo tempo que cheg...

. Será isto o futuro?

. Um artigo já antigo sobre...

. Michael Crichton - Estado...

. "Little Miss Sunshine"...

. E se...

. Porque hoje foi...

. Continuando as reflexões....

. BD Disney

. Os Fans de SW Portugueses

. Star Wars - Edições origi...

.Ficheiros Secretos

. Julho 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.O inevitável hitcounter...

.Em campanha!

.Contacto

- pepsiepipocas@sapo.pt

.Links

Ideias Fixas

Blog Blog Blog

 

EV Cine

Filmes de Culto

Axaste o que

Listening2Dragons

Hotvnews

Arte Sétima

Cinema Notebook

DVD

Cineblog

Cinema, Musica & Afins

Fan Force PT

SWCC-PT

.Refinada pesquisa neste blog

 
blogs SAPO

.subscrever feeds

.-------------------------