Terça-feira, 27 de Junho de 2006

Citação - Angelina Jolie

"Well, I had a stupid income for what I do."

Angelina Jolie, actress, on why she gives one-third of her earnings to charity

 

Revista Time de 3 de Julho de 2006

 

tags:
Elegantemente garatujado por One às 23:12
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 26 de Junho de 2006

Os prólogos de Superman Returns

"As capas para os comics que antecipam o filme Super-Homem Regressa foram reveladas pela DC esta semana.
Superman Returns Preludes é uma mini–série em 4 edições que conta histórias, ou explica o que se passa na Terra enquanto o Super-Homem está desaparecido.
No nº1 conta-se novamente a história da origem de Super-Homem numa espécie de recapitulação.
O segundo número deixa-nos ver o que se passa com Ma Kent e como é que passou os cinco anos sem Clark, revelando novos aspectos da sua infância.
O terceiro fala de Lex e da sua estadia na prisão.
O quarto, conta como Lois encarou o desaparecimento de Super-Homem e a sua luta em torno de uma vida romântica psicologicamente impossível, com uma outra pessoa.
Todos estes números se interligam naturalmente com o filme deixando os fãs com uma visão mais clara do acontecimento que será Super-Homem Regressa."

As capas propriamente ditas estão no mesmo sítio de onde retirei integralmente esta notícia, aqui:

http://www.centralcomics.com/portal/modules.php?name=News&file=article&sid=328

Elegantemente garatujado por One às 11:45
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 21 de Junho de 2006

WE3 - ArNIMAIS

Egrégio leitor, WE3 pertence aquela categoria de coisas que não se explica: simplesmente gosta-se desde o primeiro olhar, sem ser necessário nenhuma explicação. Foi assim comigo.
 
Talvez seja da capa, que é maravilhosa. Ou talvez de ter protagonistas os chamados animais de estimação. Não sei; tudo o que sei é que desde o primeiríssimo momento que vi esta BD na livraria fiquei imediatamente fascinado.
 
A história gira em torno de Bandido (#1 - cãozinho) , Tinker (#2 - gatinho) e Pirata (#3 – coelhinho), que são animais sujeitos a experiências militares, que os transformou em biorgs… animais com tecnologia. Surpreendentemente, os animais escapam-se e o que se segue é a história da sua captura e final comovente…
 
Os desenhos conseguem ser bastantes ternurentos numa página e brutalmente violentos na seguinte. Regra geral, costumo ter uma opinião desfavorável contra a violência, seja no cinema seja nos livros, mas acho que neste caso a violência que perpassa na arte de Frank Quitely é não só uma mais valia, como também necessária à obra: permite estabelecer o antagonismo entre a simplicidade e inocência inerente aos animais de estimação, e a brutalidade e selvajaria de que o ser humano é capaz de realizar.
 
A história é linear, nada de surpresas, mas consegue ser comovente, encaixando-se perfeitamente com os desenhos que a ilustram. A forma como os WE3 agem, obedecendo inocentemente aos seus instintos contrapõem-se na perfeição à crueldade humana (vide o exemplo da cena logo no princípio em que um dos ratos é comandado para atacar o outro…).
 
Concluindo, WE3 é uma magnífica ode aos eternos melhores amigos do homem que são os animais de estimação, que se traduz numa obra fascinante, a ler por todas as pessoas. No fundo, o único aspecto que pode funcionar como “senão” é a violência gráfica, mas como já referi é um mal necessário para a história.
Elegantemente garatujado por One às 18:11
link do post | comentar | favorito

Esquadrão Classe A - 12/6/2006 - There's Always a Catch

"In 1972 a crack commando unit was sent to prison by a military court for a crime they didn't commit. These men promptly escaped from a maximum security stockade to the Los Angeles underground. Today, still wanted by the government, they survive as soldiers of fortune. If you have a problem, if no one else can help, and if you can find them, maybe you can hire the A-Team."

Comecemos este artigo opinativo por atentar no papel crescente que a Polícia Militar e a sua perseguição ao Esquadrão liderada pelo Coronel Decker tem vindo a assumir nestes episódios da segunda temporada; enquanto que na primeira época eram mais uma desculpa para o Esquadrão agir nas sombras, desta vez são um perigo real que dão que fazer ao Esquadrão.
 
Aliás, é a enfrentar mais uma trepidante perseguição que vamos encontrar o Esquadrão no princípio deste episódio: deparamos com a carrinha cuidadosamente guiada, e somos surpreendidos pela primeira surpresa: não é o B.A. que conduz, mas o Murdock! Mas que se passará?
 
O B.A. pisou um prego pouco tempo antes, e eles aproveitam para se esconderem e para o levarem a um hospital, tomar a vacina contra o tétano.
 
E é aí que encontramos uma linda rapariga, preocupada com o seu pai e o seu irmão, que levaram uma tareia de uns brutamontes. O motivo? Eles controlam todos os pescadores da região, exigindo metade dos seus lucros, além de pescarem exaustivamente e insustentavelmente todas as lagostas da região, pelo que o tal pai e o tal rapaz decidiram opor-se-lhes, mas a coisa deu para o torto… Realmente, muitas pequenas cidades oprimidas por brutamontes existiam por aquele estado de Los Angeles na década de oitenta… Mais, durante a conversa é nos revelado que, para variar, a polícia nada vai fazer, pois também ela está controlada pelos tais bandidos….
 
Cá estão reunidos todos os ingredientes clássicos, com o extra que neste episódio o Esquadrão lida com duas ameaças simultâneas e igualmente perigosas: os já referidos bandidos e a Polícia Militar!
 
Enfim, a história dá algumas voltas e reviravoltas, mas felizmente tudo acaba por correr bem!
 
Só duas notas que achei engraçadas:
 
- A certa altura num barco um oficial da Polícia Militar diz para o Coronel Decker “Não está ninguém no barco!”, ao que o Hannibal replica imediatamente “Não está ninguém no barco, sir!”
 
- Noutra altura o Face faz-se passar por mágico fan do mestre Houdini, e fala de estar preso num aquário com um tubarão, dizendo que se algo correr mal seria o Jaws 4… que naquela altura ainda não tinha sido realizado…
 
 
 
Elegantemente garatujado por One às 18:05
link do post | comentar | favorito

Esquadrão Classe A - 5/6/2006 - Labor Pains

"In 1972 a crack commando unit was sent to prison by a military court for a crime they didn't commit. These men promptly escaped from a maximum security stockade to the Los Angeles underground. Today, still wanted by the government, they survive as soldiers of fortune. If you have a problem, if no one else can help, and if you can find them, maybe you can hire the A-Team."

É um complicado escrever sobre este episódio… é dedicado à agricultura, e nele vamos ajudar “semi-escravos” de um empresário sem escrúpulos que “semi-escraviza” trabalhadores, forçando-os a trabalhar horas em demasia e pagando-lhes uma miséria… o Esquadrão intervêm ajudando-os com mantimentos e organizando um sindicato através do qual eles possam lutar…
 
O que há de particular neste episódio? Bem, vemos o Esquadrão a invadir uma festa pela segunda vez, desta feita para roubar os alimentos e os distribuir pelos trabalhadores (ah, Robin Hood!). Temos também o prazer de ver o Face a agir para adquirir algum material necessário ao plano do Hannibal, e vemos também…
 

Bem, achei esta cena ouro sobre azul… é um bocado silly, mas é com base neste estilo descontraído que o Esquadrão trabalha, e pessoalmente acho que é aí que reside parte da sua magia… Os malvados conseguem saber onde se vai realizar a reunião dos agricultores para formar o sindicato, mas chegam lá armados de metralhadoras, prontos para acção e encontram o celeiro vazio… subitamente abre-se um portão escondido e vemos surgir o Face armado de uma super-máquina de disparar rabanetes… um clássico! (Pelo menos penso que os legumes eram rabanetes, também já não me recordo bem…)

Elegantemente garatujado por One às 18:00
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 16 de Junho de 2006

Parabéns Jurassic Park!

Com um atraso de cinco dias, mas o décimo terceiro aniversário não se pode deixar passar em branco... ainda por cima está a trovejar lá fora, o ideal para criar o sentimento jurássico para um evento tão importante como este...

Imagem de - http://www.geocities.com/b_razzie/index.htm

Elegantemente garatujado por One às 14:02
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 15 de Junho de 2006

Star Wars - Rebellion #1

Estimado leitor, antes de começar a ler, deixe-me aconselhá-lo a ler este post http://pepsiepipocas.blogs.sapo.pt/20030.html pois serve como prelúdio para os eventos que vou aqui relatar... Caso esteja a ler o blog cronologicamente, é simplesmente o post anterior a este.
A história começa com uma cena a apelar em força à nostalgia… Luke está a trabalhar na quinta dos seus tios, no saudoso Tatooine, e Tank e Biggs aparecem, desafiando-o para a brincadeira…
 
Depois, um salto temporal, e encontramos o agora Lt. Janek Tank Sunber a coordenar um ataque a uma base rebelde… bastante impressionante a sequência de páginas que retrata esta batalha, em particular o TIE atingido que passa pelo Tank, com o pormenor do piloto…
 
Passamos para o interior das instalações do Império, e vemos dois oficiais a torturarem num prisioneiro rebelde… Janek chega e diz-lhes para parar, pois ao bater-lhe daquela forma estariam a descer aos níveis dos rebeldes… ah, o nosso bom velho Lt. Janek Sunber, pensa o leitor com um sorriso ternurento… Mas qual quê!...
 
O prisioneiro fala-lhe do Luke, e de como ele destruiu a Death Star… o que é mais uma revelação bombástica para Janek… pois ele sabia que Luke pertencia à Aliança Rebelde, mas não sabia que ele era assim tão importante… Janek perde a cabeça e esmurra o prisioneiro, numa cena que considerei demasiado violenta…
 
O (curto) resto da história passa-se com Janek a lidar com toda esta avalanche de revelações e emoções… por fim, toma uma decisão… embarca num cargueiro imperial, de encontro a Darth Vader, pois considera ser o melhor a fazer…
 
 
Pessoalmente gostei muito deste #1… está muito bem escrito e desenhado, e tem sequências impressionantes, como já referi… além disso, estou a adorar esta temática dos sentimentos do Janek Tank Sunber, embora nesta revista o tenha achado bastante mais selvagem, brutal, decidido em relação ao que conhecíamos da Star Wars Empire…
 
Portanto, venha o Star Wars –Rebellion #2 !
Elegantemente garatujado por One às 23:42
link do post | comentar | favorito

Prelúdio - apurada resenha histórica da situação que conduziu ao comic Star Wars - Rebellion #1

Galáctico leitor, como decerto sabe este galáctico blog acompanha a par e passo as aventuras que decorrem nos comics Star Wars – Knights of the Old Republic. Como se isso não bastasse, a partir do próximo post, o PEPSI e PIPOCAS! passará a também a exercer uma atenta e opressiva cobertura da outra nova linha de Star Wars comics: Star Wars – Rebellion!
 
Visto que, ao contrário da história de SW-KOTOR que começa a partir de um ponto-zero que qualquer leitor pode seguir (como foi o meu honrado caso), neste SW-Rebellion isso é apenas parcialmente possível; ou melhor, sejamos claros, é perfeitamente possível, mas é muito mais divertido se o curioso leitor conhecer a história que conduziu aqueles fantásticos eventos. E, no fundo, tudo isto se trata de diversão, não é?
 
Por conseguinte, este post serve como prelúdio, como #0 para o início de uma nova saga no universo Star Wars e no PEPSI e PIPOCAS! Abaixo irei listar alguns comics que o aconselho a ler, pois são magníficas peças de entretenimento, e junto adicionarei um pequeno resumo, para que o prezado leitor fique artilhado, pronto para essa fantástica viagem a uma galáxia muito muito longe que o SW-Rebellion nos irá proporcionar… por isso, ligue o seu leitor de cd/mp3, ponha uma ost de Star Wars a tocar, e deixe-se transportar…
 
 
Star Wars Empire – Trade Paper Back #3 : The Empire Perspective
 
- Para o leitor iniciado neste mundo, um Trade Paper Back (ou TPB, como se diz na gíria) é um livro de capa relativamente dura que reúne algumas histórias publicadas ao longo do tempo numa determinada publicação mensal; neste nosso caso, a defunta Star Wars Empire. Neste TPB pode encontrar quatro histórias (de onde saliento a primeira, que conta o ataque à Death Star do episódio IV na perspectiva de um stormie - "What sin loyalty?"), mas a que nos interessa é a maior… "To the last man"... nela pode encontrar a história do Lieutenant Janek Sunber… juntamente com a sua companhia, preso/perdido num planeta selvagem, vê-se obrigado a enfrentar hordas e hordas de nativos selvagens, até à vitória final. O que tem de interessante esta história? Por um lado, as formas engenhosas como Janek combate os impiedosos indígenas, um David contra Golias, que nos fazem sempre ansiar pelo próximo ataque. Por outro, temos o privilégio de conhecer as dúvidas e angústias de Janek, a forma como encara os combates onde perde os seus homens, a forma como pensa que está do lado do bem, trazendo a ordem à galáxia… Como pequeno extra, como pano de fundo, temos a sua relação com as diferentes hierarquias do Império.
 
 
Star Wars Empire - #29, #30, #32, #33, #34 – Arco de história “In the Shadows of their Fathers”  (também possível encontrar no TPB "Empire Volume 6: In the Footsteps of Their Fathers")
(adoro a capa com os droids...)
- Neste arco de história (ou seja, uma única história que se estende por diversas revistas da mesma publicação) encontramos Jabiim oito meses após os eventos vistos no Ep. IV, planeta oprimido pelo Império, onde reside uma pequena força rebelde sem aliados; porém, um dos seus líderes convidou a Aliança Rebelde para um eventual tratado com eles… a partir daí a história vai-se desenrolando, e sem querer dizer nada de não-essencial, a história acaba com o Império a tornar escravos praticamente a população inteira do planeta, excepto parte da pequena força rebelde original, que se barrica num pequeno complexo de grutas. Mais, Darth Vader também apareceu para resolver a situação (pois duas grandes personagens da Aliança estavam também presentes – Luke e Leia), e acaba a interrogar pessoalmente Jarin Sol, um matemático da Aliança (que também foi a Jabiim para, no caso do eventual tratado, calcular os bens que os Jabiimi necessitariam) que sabe onde a frota da Aliança se esconde, e como se esconde…
 
 
Star Wars Empire - #36, #37, #38 , #39, #40 – Arco de história “The Wrong Side of the War” (também possível encontrar no TPB "Empire Volume 7: The Wrong Side of the War" , de momento ainda por lançar)
 
Começamos esta história encontrando o já nosso conhecido Lt. Janek Sunber a coordenar o ataque terrestre à força rebelde de Jabiim, que se encontra barricada no tal complexo de grutas… o ataque é bem sucedido, e a seguir segue-se a parte de que Janek não gosta… a tomada de escravos e o seu embarque…
Depois, a história prossegue, e vimos que Janek e estes escravos são transferidos para uma base imperial em Kalist VI, e chegam ao mesmo tempo que uma certa nave espacial, perseguida por X-Wings… bem, na verdade, é tudo um embuste, pois dentro dessa nave vem uma equipa de rebeldes (o Luke entre eles) para resgatar o já nosso conhecido Jarin Sol… e partir daí é acção, com a agravante de descobrirem a existência de escravos na base imperial, decidindo que a partir daí a sua missão deixa de ser apenas resgatar Jarin Sol, mas também todos os escravos…
Chega a hora H, onde todos os acontecimentos se desenrolam, e por fim, temos a revelação bombástica que nos interessa no meio de tudo isto… o Lieutenant Janek Sunber é nada mais nada menos que o bom velho amigo de infância de Luke: Tank! Bem, e é a partir daí que a história começa realmente a aquecer, ao jogar com as emoções de Tank Sunber, com as suas questões se o Império é realmente o lado bom… e como encara o facto dos seus melhores amigos de infância, Luke e Biggs (que se sacrificou no ataque à Death Star) estarem do lado da Aliança Rebelde…
 
 
A história prossegue no próximo post, sobre Star Wars – Rebellion #1 !
Elegantemente garatujado por One às 23:15
link do post | comentar | favorito

Esquadrão Classe A - 29/5/2006 - The taxicab wars

"In 1972 a crack commando unit was sent to prison by a military court for a crime they didn't commit. These men promptly escaped from a maximum security stockade to the Los Angeles underground. Today, still wanted by the government, they survive as soldiers of fortune. If you have a problem, if no one else can help, and if you can find them, maybe you can hire the A-Team."

Não há muito a dizer sobre este episódio, faustoso leitor… trata-se de mais um episódio com um enredo clássico, sendo que desta feita vamos entrar no negócio dos táxis!
 
Voltamos a encontrar o Esquadrão a trabalhar sobre contrato, com o Hannibal a disfarçar-se para o primeiro encontro com o potencial cliente (cenário que já não víamos há algum tempo) que neste caso são os restantes três sócios de uma companhia de táxis falida… e falida porquê? Porque a companhia rival é controlado por um bandido, que usa o negócio como cobertura para o tráfico de drogas e outras ilegalidades; aliás, os condutores dos seus táxis são ex-reclusos… e se jogam duro! Destruíram quase completamente a frota da companhia nossa amiga!
 
Houve duas cenas que gostei particularmente, ambas derivadas da mesma raiz: o roubo de um conjunto de novos veículos destinados à companhia rival, roubo esse efectuado pelo Esquadrão. A partir daí, passam-lhe uma pintura rápida, retocam-nos et voilá, temos táxis novos para a nossa companhia! O que depois sucede é que na perseguição seguinte que são sujeitos os membros do Esquadrão divertem-se a deixar-se colidir com os táxis da companhia inimiga, cujos condutores desconhecem que estão a atacar os seus próprios táxis…
 
Mais tarde, o Esquadrão artilha completamente um veículo e faz um ataque e fuga ao quartel general da companhia rival, fugindo de volta para a sede da companhia nossa amiga. Furioso, de cabeça perdida, o bandido persegue o Esquadrão, e chegado à sede, vê um táxi estacionado em frente do edifício, e cheio de raiva descarrega uma rajada de metralhadora sobre ele! A câmara passa para a janela da sede, e vemos Hannibal, bastante confundido e intrigado, a perguntar a Face porque diabo estará ele a disparar sobre o seu próprio carro…
 
Ditosamente, tudo acaba bem nesta aventura, e os maus são presos e os bons prosperam!
Elegantemente garatujado por One às 23:10
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Sétima temporada dos Simpsons já à venda!

Pois, para alertar o distraído leitor que não tenha atentado no título do post, a sétima temporada da familia amarela já se encontra à venda, por cerca de de 49.80€ (salvo erro, também não tenho o valor exacto presente).

Muito esquisito e assustador é este nosso mercado de DVD nacional... sai a quarta temporada, depois sai a sexta e agora a sétima... bem, pelo menos são editadas, o que já não é mau!

A caixa é semelhante à da sexta temporada, só que desta vez é com a Marge, o que não resulta tão bem...

Elegantemente garatujado por One às 16:07
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 13 de Junho de 2006

Red Water - Águas Sangrentas

Após um hiato razoável, eis que essas adoráveis criaturas que são os tubarões voltam a decepar membros e esventrar pessoas no Pepsi e Pipocas!
 
Mas porquê é que filmes de tubarões parecem ser uma temática recorrente neste egrégio blog, decerto se interrogará o não menos egrégio leitor. Para ser sincero, também não sei; gosto do Tubarão, de onde radicam todos os restantes filmes de tubarões, mas não sou particularmente um fan; só que desde criança sempre gostei de filmes onde o homem tivesse que defrontar uma criatura especial de igual para igual, e parece que nos filmes com essa orientação que chegam a dvd a tal criatura especial acaba sempre por ser um tubarão.
 
Quanto ao filme em sim, tenho que admitir que fiquei surpreendido. Vamos aos preconceitos iniciais: nenhum, para além do facto de saber que foi um filme feito para a tv, portanto não poderia contar com uma nova obra de arte na linha do Shark Attack 3: Megalodon (soberbo filme caro leitor, já dissecado no Pepsi e Pipocas).
 
O filme começa logo a abrir, com uma plataforma petrolífera num rio a fazer perfurações, quando de repente aparece um tubarão. Não dá para perceber muito bem de onde é que ele surge, mas the show must go on, pelo que seguimos alegremente para uma série de ataques mortíferos, com muitos bikinis à mistura. Sim senhor, temos filme, pensei eu, já preparado para mais uma hora de bikinis e dentadas de tubarão. Oh, mas como este seu servo estava redondamente enganado…
 
A verdade é que parece que após o início desenfreado, parece que mudamos completamente de filme… vamos conhecer um par de pescadores, sobre os quais imediatamente descobrimos que um deles é um ex-perfurador de poços de petróleo… entretanto, suponho que muito longe dali, vamos conhecer um criminoso, que acaba de contratar outro criminoso para lhe recuperar um cofre com dinheiro, que oportunamente se encontra no leito de determinado rio…
 
E a partir daí o filme deixa de ser tão linear como esperava, tanto que o tubarão praticamente desaparece de cena… mas mais não lhe quero revelar indagador leitor, além de lhe sugerir que aprecie as lindas paisagens do Louisiana que surgem no ecrã.
 
O veredicto final? Não irei dizer que seja um filme tão mau que se torna bom (como o Shark Attack 3: Megalodon), porque não é, e também não é um filme de puro entretenimento como o Jaws 3, porque também não é. É um filme de acção que por acaso tem um tubarão à mistura, digamos assim…
 

Mas, findo o filme, surge na mente do espectador uma pertinente questão: Jaws assustou as pessoas ao ponto de elas recearem nadar no mar, sentimento que o Shark Attack 3: Megalodon (soberba obra de arte!) veio reforçar. Depois, surge Jaws 3, e apavora as pessoas que frequentam parques aquáticos. Eis que agora surge este Red Waters, atemorizando todas as pessoas que chapinam alegremente nos cursos de água fluviais… Qual é a derradeira fronteira de um filme de tubarões?

P.S. - Directamente da wikipedia:

In an homage, the film uses the same Louisiana license plate Hooper pulls from a shark's mouth in Jaws (1975).

Elegantemente garatujado por One às 19:54
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Esquadrão Classe A - 15/5/2006 e 22/5/2006 - When are you comin'back, Range Rider?

"In 1972 a crack commando unit was sent to prison by a military court for a crime they didn't commit. These men promptly escaped from a maximum security stockade to the Los Angeles underground. Today, still wanted by the government, they survive as soldiers of fortune. If you have a problem, if no one else can help, and if you can find them, maybe you can hire the A-Team."

Nesta história do Esquadrão que se estende por dois episódios, viajamos até ao Oeste, para salvar cavalos selvagens, os stallions…
 
Eis algumas particularidades de que gostei particularmente em particular:
 
- Logo no início, o anfitrião do Esquadrão está a mostrar-lhes uma manada de cavalos selvagens, quando o Esquadrão é brutalmente atacado com flechas! Dá-se uma alucinante perseguição, até que descobrimos que o atacante é um miúdo amigo do nosso anfitrião, a quem o Face dá um saudável alerta sobre o facto do seu casaco ser novo…
 
- A determinada altura a coisa corre mal e Face e B.A. acham-se presos por cordas num vagão de comboio… como é que eles se safam desta, interroga-se o angustiado leitor? Face limita-se a “picar” o B.A. , perguntando-lhe se serão umas simples cordas que os irão deter, ao que ele responde rebentando as cordas…
 
- Toda a história funciona como uma espécie de homenagem à série Range Rider, cujo exemplo mais flagrante é quando o Murdock vai buscar ajuda e soa aquela música de fundo…
 
- A piada da fala dirigida ao Face: “gostei da tua face…”
 
- A forma inteligente como param o comboio, pondo óleo nos carris, o que leva o comboio a patinar…
 

- Por fim, uma perturbadora questão… é mesmo verdade que os cavalos podiam ser caçados para depois servirem para fazer comida de cão? Isso acontece na realidade?

Elegantemente garatujado por One às 19:50
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quinta-feira, 8 de Junho de 2006

Mais uma elevadora lição de cultura cinematográfica

Confesso que pouco sei, mas o pouco que sei insisto em partilhar com o meu sempre distinto leitor:

http://en.wikipedia.org/wiki/Jump_the_shark

Interessantíssimo, peculiaríssimo e relevantíssimo.

tags:
Elegantemente garatujado por One às 18:21
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Domingo, 4 de Junho de 2006

Consternação!

Desiludido leitor, anteontem vi aquele que considero ser um dos piores episódios de MacGyver de sempre: The Final Approach...

Ainda estou bastante abalado para partilhar os meus sentimentos, pelo que crítica asseadamente estruturada só após algum tempo de recuperação.

Mas nunca pensei mesmo que um episódio de MacGyver pudesse atingir aquele nível...

Elegantemente garatujado por One às 09:02
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

.mais sobre mim

.tags

. todas as tags

.Julho 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Reflexões recentes

. Aliens: Book One

. A-Team - A capa do primei...

. Star Wars - o fragmento d...

. Transformers - a idosa sé...

. Transformers 2007

. O regresso!

. Um confronto que...

. Será que...

. Pepsi e Pipocas! foi o bl...

. Nota sobre "Uma Verdade I...

. Breve comentário sobre "B...

. Criminal Minds de volta a...

. Bach na televisão portugu...

. Timeline - Resgato no Tem...

. E ao mesmo tempo que cheg...

. Será isto o futuro?

. Um artigo já antigo sobre...

. Michael Crichton - Estado...

. "Little Miss Sunshine"...

. E se...

. Porque hoje foi...

. Continuando as reflexões....

. BD Disney

. Os Fans de SW Portugueses

. Star Wars - Edições origi...

.Ficheiros Secretos

. Julho 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.O inevitável hitcounter...

.Em campanha!

.Contacto

- pepsiepipocas@sapo.pt

.Links

Ideias Fixas

Blog Blog Blog

 

EV Cine

Filmes de Culto

Axaste o que

Listening2Dragons

Hotvnews

Arte Sétima

Cinema Notebook

DVD

Cineblog

Cinema, Musica & Afins

Fan Force PT

SWCC-PT

.Refinada pesquisa neste blog

 
blogs SAPO

.subscrever feeds

.-------------------------