Terça-feira, 4 de Abril de 2006

Breve apontamento sobre o episódio de hoje do C.S.I. New York

Só para para partilhar com o impressionado leitor a forma como a vítima morreu atravessada por um peixe-espada... que coisa...

Já que dedico um post ao C.S.I. New York, não posso deixar de partilhar a minha firme convicção que o apelido Bonasera da detective é uma referência velada ao "Godfather"...

E num encadeamento genial (modéstia à parte) aproveito para dizer que o jogo do "Godfather" já está à venda, e que o poster tem o seu encanto... aparece no verso da capa da Premiére deste mês, podendo eu considerar-me um privelegiado, já que já pude apreciar o poster no seu tamanho original!

Sigo agora para o episódio de hoje de Lost....

Elegantemente garatujado por One às 22:26
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 29 de Março de 2006

Predador 2 - Uma pequena curiosidade sobre o(s) poster(s)

Embora o primeiro filme da saga já date de 1987, a saga Predador grangeou uma grande legião de fans, e hoje, quase vinte anos depois, continua de boa saúde, sendo o último exemplo o Alien Vs Predator (que contudo não considero que esteja ao nível dos anteriores).

Penso que para isso contribui bastante o cross-over feito com o universo Alien, já que a história das duas espécies se entrelaça constantemente no expanded-universe de ambas a sagas (tendo o primeiro cross-over surgido nos comics ainda antes de estrear o Predator 2). Mais, a própria origem do Predador e dos Aliens estão relacionadas (experimente a pesquisar por Yautja caro leitor) dentro do universo onde as suas histórias se desenrolam.

Confesse intrigado leitor, ficou com curiosidade sobre qual vai ser o assunto deste post com toda esta floreada introdução...

Lamento desiludi-lo. Este post só serve para comentar uma pequena curiosidade sobre alguns posters do Predator 2 com que deparei hoje. Vejamos então:

 

 

 

Sempre pensei que o Predador 2 tivesse estreado durante o Verão, mas pelos vistos estreou no dia 19 de Novembro de 1990. Ou seja, não coincide com nenhuma das datas anunciadas nestes posters (o Thanksgiving Day é celebrado na segunda segunda-feira de Outubro).

Então mas tanta coisa por causa disto?! Sim, só que esta curiosidade veio por arrasto daquilo que acho mesmo esquisito: o poster de cima, com a imagem do Predador a segurar triunfalmente uma caveira humana, e em baixo, com a maior tranquilidade, "...este Natal". Não sei, decerto que pode ser de mim, mas parece que não se encaixa...

Mas também confesso, acho que a imagem do poster está espantosa... não me importava nada de ter este poster afixado!

 

Primeiro poster aqui --> http://www.theyautja.spyw.com/

Segundo poster aqui --> http://members.iinet.com.au/~jaherne/thehunted/index.php

Elegantemente garatujado por One às 21:01
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 23 de Março de 2006

Considerações avulsas sobre "A Guerra dos Mundos"

Caro leitor, como decerto sabe, "A Guerra dos Mundos" foi um filme sobejamente aguardado; não só tinha o Tom Cruise no elenco, como era o filme mais caro de sempre e, mais, marcava uma última incursão de Spielberg no género.

Porém, após estrear, muitos foram os espectadores que saíram da sala de cinema desiludidos com o filme: não gostavam da história, diziam eles. Sendo o filme baseado num livro que lançou as fundações da ficção científico, como é que puderam ser geradas opiniões como estas?

Antes de mais, considero que o espectador comum, não familiarizado com o livro, entrou na sala à espera de um novo "Dia da Independência", e , nessa perspectiva, saiu com as expectativas goradas... Quanto a essa postura perante o filme, não há muito a fazer.

Mas, essencialmente, a maior queixa prendeu-se com o final. Embora considere o final do livro genial, nos últimos dias tenho meditado sobre esta preocupante questão, e não posso deixar de admitir que comecei a ganhar algumas reservas em relação ao enredo. Vejamos:

- A forma como os extraterrestres chegam ao nosso planeta azul e entram nos tripods; enquanto no livro são "disparados" tubos de Marte (tudo bem que tenham mudado a origem dos alienígenas, perfeitamente compreensível), no filme vê-se uns raios e , voilá, começam a brotar tripods do chão; é no mínimo intrigante.

- Partindo da questão anterior, o final do filme é posto em causa: afinal, visto que os tripods já cá estavam na Terra (há quanto tempo? milhares de anos? milhões? não me recordo...ou esse facto nem sequer é mencionado no filme?), não poderia a existência de microorganismos ter sido levada em conta pelos invasores? No livro os "marcianos" estiveram cuidadosamente a estudar a Terra, mas deixaram escapar o pormenor dos microorganismos, o que é razoavelmente explicável, visto que estavam a observar-nos de outro planeta. Mas se no filme eles foram capazes de colocar tripods no nosso planeta (como não sei, mas penso que a possibilidade de os alienígenas já cá terem estado em missões de reconhecimento não pode ser descartada), como puderam esquecer o efeito nocivo dos micróbios?

Penso que estas serão talvez as questões mais revelantes... decerto que existem outros aspectos criticáveis no filme, como o facto de no princípio a câmara de filmar continuar a funcionar após sabermos que todos os instrumentos eléctricos tinham sido desactivados... mas isso é apenas um pormenor... afinal o próprio Robinson Crusoé voltou do navio naufragado com os bolsos cheios de coisas, apesar de ter entrado nu na água... e Shakespeare pôs Júlio César a ouvir um relógio de cucu...

Onde posso ceder é realmente no fim, na medida em que é demasiado abrupto... num momento é a tragédia, reparam nos pássaros, tripod cai, filho miraculosamente reencontrado, voz do narrador a explicar ao espectador mais desatento a causa da derrota da invasão alienígena...

Elegantemente garatujado por One às 23:56
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 17 de Março de 2006

O escândalo da Ilha

O dvd da Ilha custa a exorbitância de 20 euros e o único extra que traz é um making-of.

É melhor eu repetir, para o indignado leitor ter noção do que leu.

O dvd da Ilha custa a exorbitância de 20 euros e o único extra que traz é um making-of.

Ok, tecnicamente custou apenas 19.99 euros, mas não posso deixar de me sentir roubado, e estou seguro de que o indignado leitor partilha da minha revolta! 20 euros e apenas um making-of (que ainda não vi e que pode eventualmente resumir-se a 20 minutos de cenas juntas ao acaso, metade das quais pertencem ao filme) é muito...

Decerto que todos sabemos que quando um dvd sai salta sempre para estes preços elevados, mas geralmente costumam ser edições com dois discos, etc, que justificam razoavelmente o preço. Mas pedir 20 euros por uma edição literalmente plana é um exagero...

Será que vai sair uma edição especial com 2 dvds? Como no AvP? Pelo que tenho visto na world wide web penso que não, mas nunca se sabe... Mas, e se sair? Onde é que vamos parar com isto das edições especiais? Tudo bem que façam edições especiais, desde que as ponham à venda todas de uma vez, como foi o caso do Batman Begins, da Fábrica de Chocolate ou até do Segredo dos Punhais Voadores. Porém, pôr uma edição simples no mercado para passado alguns meses pôr uma nova versão é querer vender sem levar em conta o consumidor. Veja-se o caso do Sin City, que saiu agora em edição especial: um consumidor ignorante como eu com certeza que olhou para a edição prévia, viu alguns extras, e decidiu comprar. Ou mesmo que não tivesse extras, o consumidor via o filme à venda, e decide comprar, jamais imaginando que passados uns meses sairá uma nova versão, mais rica, que custará apenas mais alguns euros. No fundo, estar a lançar edições especiais com tempo de intervalo é estar a ocultar informação do consumidor (que não é obrigado a frequentar forums e sites da internet constantemente em busca de informação sobre os próximos dvds; antigamente existia a revista DVD Review que fornecia alguma dessa informação, mas já cabou); o ideal seria que as diversas edições saíssem todas em simultâneo, para dar desde o primeiro momento possibilidade de escolar ao consumidor (salvo claro as excepções óbvias, como as extended version do lotr, ou outras que na altura do lançamento em dvd ainda estejam a ser produzidas,ecto seria num pequeno panfleto junto com o dvd ou no placard de suporte dos dvds disponibilizar essa informação, penso eu).

Tudo isto por causa do preço da Ilha... para uma edição tão simples como esta justificava-se um preço por volta dos 15 euros (e já a juntar a inflação inerente ao facto de ser um filme do último verão). É que nem sequer um trailer tem...

Elegantemente garatujado por One às 08:38
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.tags

. todas as tags

.Julho 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Reflexões recentes

. Um confronto que...

. Será que...

. Nota sobre "Uma Verdade I...

. Breve comentário sobre "B...

. Criminal Minds de volta a...

. BD Disney

. Star Wars - Edições origi...

. Breve apontamento sobre "...

. Pensamento do dia

. Não compreendo...

. Reflexão sobre o PEPSI e ...

. Criminal Minds estreou ho...

. Sobre a tarde de ontem...

. Brevíssima consideração s...

. Breve apontamento sobre o...

. Predador 2 - Uma pequena ...

. Considerações avulsas sob...

. O escândalo da Ilha

.Ficheiros Secretos

. Julho 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.Contacto

- pepsiepipocas@sapo.pt

.Refinada pesquisa neste blog

 
blogs SAPO

.subscrever feeds